Só quem tem rotina sabe a felicidade de sair dela!

Já percebeu como mesmo sem olhar o relógio sua barriga avisa que está com fome na hora certa? Ou como mesmo em final de semana seu filho maior acorda sagradamente às 07 hs? ou como quando toca aquela musiquinha que sua mãe cantava na hora de lhe ninar sente aquele sono incontrolável? esses são sinais de nosso ritmo metabólico, nosso organismo é programado para responder às atividades e estímulos do dia dia. A rotina oferece a oportunidade de criar essa programação.

O quê é a rotina? 

A rotina é um guia para facilitar a vida cotidiana e ajudar o organismo da criança ( seja bebê ou maior) criar hábitos saudáveis, através da predisposição.  A repetição é essencial para a criação do hábito, através da repetição constante o organismo cria uma programação à atividade ou ao descanso, permitindo regular os ciclos de sono e vigília, os ciclos digestivos e até mesmo os períodos de alta receptividade de estímulos conforme o dia transcorre.

Resultado de imagem para Relogio

Mais importante que a hora é a sequência na qual as atividades acontecem. Não se trata de ficar presos ao relógio, é claro que se temos horários para cumprir (hora de entrar trabalhar, de entrar na escola, etc) precisamos sim dar atenção à hora.  Mas o importante não é a hora e sim a sequencia lógica na qual as atividades acontecem. Acordar e ir ao banheiro, tomar café da manhã e se vestir, voltar do parquinho e lavar as mãos, etc. Uma atividade se associa à outra e assim fica mais fácil levar a rotina ao longo do dia. Nos períodos sem hora marcada, final de semana ou ferias, fica mais fácil apenas seguir o roteiro.

O legal de ter rotina é poder sair dela!

Só dá para sair da rotina se temos uma. Essa é a parte legal, com dias mais tranquilos, que transcorrem ao redor de uma rotina consistente, podemos nos dar ao luxo de permitir um filminho a noite de sexta com as crianças, acompanhado de pipoca e de uma hora de ir dormir mais tarde. Ou então o churrasquinho de domingo, mesmo que seja na hora da soneca do bebê. Saímos da rotina, mas nosso organismo e o das crianças mantem o mesmo ritmo. Esse tipo de acontecimentos não tem problema nenhum, se acontecem de vez em quando, um fim de semana por mês, quando chega uma visita em casa. O grande problema é tornar rotineira essa quebra de rotina. Ai sim, a ressaca da festa pode pesar bastante. Sem rotina acabamos perdendo o ritmo.

Não da para curtir a festa se todo dia é festa! o brigadeiro não tem o mesmo gosto se todo dia temos ele a disposição, enjoa de tanto comer. O mesmo acontece com a rotina, sem rotina cotidiana, não dá para curtir uma “saidinha” da rotina.

lazer criancas post 2

Um sinal comum de falta de rotina, que tenho percebido através das consultas, é descrever os acontecimentos cotidianos com um “depende” : Hora de acordar? depende da noite… hora de ir dormir? depende do dia… hora de comer? depende …. nesses casos é preciso um trabalho de autocontrole e disciplina para regrar nossos horários, um esforcinho para sair da cama mesmo com uma noite ruim, para tomar café juntos e aproveitar o sol da manhã, um planejamento para conseguir almoçar num horário similar todos os dias. Vejam que não é a criança que tem horários, quem tem noção de hora somos nos, seus pais, então colocar nossa rotina em função da criança não ajuda, precisamos organizar nossa vida e só então podemos trazer a ordem à vida da criança.

A importância da luz natural

Humanos somos seres diurnos, muitos de nossos sistemas de regulação hormonal funcionam em ciclos circadianos, regulados pelas mudanças de luz, faz parte de nossa herança biológica. Então a forma mais básica de regular esses ciclos é incluir o sol no nosso dia dia. Com crianças de qualquer idade, incluir saídas rotineiras para tomar sol da manhã e sol no fim da tarde é uma ótima estrategia, especialmente quando os pequenos trocam dia pela noite. Essas mudanças de luz são especialmente importantes para regular o metabolismo do sono. Veja mais sobre a importância da luz do sol aqui

mother-daughter-love-sunset-51953.jpeg

Uma boa rotina familiar

Para começar construir sua rotina familiar pense nos horários dos adultos e crianças escolares: hora de sair para trabalhar e voltar para casa, hora de sair para escola e voltar para casa, hora de almoçar ( para dar tempo de se arrumar para escola), hora de ir para cama (para garantir a quantidade de sono necessária para a idade veja aqui). A rotina das crianças menores vai se ajustando a esses horários.

A rotina familiar não é apenas da criança, para ser leve e acontecer de forma tranquila, a rotina de cada criança deve conversar com a rotina do pai, da mãe e dos irmãos. Não adianta colocar a hora de dormir do filho menor às 20 hs se o pai chega às 19:30, provavelmente qualquer esforço para colocar na cama nesse horário será uma luta sabotado pelo desejo de ver o pai e brincar com ele. Ou pretender que o irmão caçula vá para cama 2 hs antes, enquanto o irmão maior fica de festa na frente da TV.  A rotina nunca pode ser mais importante que o tempo de amor familiar, ela existe justamente para que esses momentos sejam parte do cotidiano.

As mudanças na rotina devem acontecer conforme o crescimento. Lembrando sempre de ajustar os horários, as atividades e a alimentação, pensando também na rotina familiar.

Veja também

A rotina desenhada

Passos para criar a rotina desenhada em casa 

 

Precisando ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar no sono, desmame, desfralde e educação sem violência. Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual  aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s