Preparando o estoque de leite materno para a volta ao trabalho

Manter a amamentação na volta ao trabalho é possível, o primeiro passo é começar a ordenha e armazenamento. Esse texto servirá como um guia inicial nesse processo.

Você não precisa ordenhar 100 ml de uma vez só, pode ordenhar ao longo do dia e os poucos ml que consiga ir juntando no mesmo pote no congelador até completar a dose certa para o peso de seu bebê. Para aumentar seu estoque comece aproveitando ao máximo o estímulo da criança ao peito, pode ordenhar de um lado enquanto a criança mama do outro, ordenhar depois que a criança dormir do lado que ele não mamou, ordenhar de manhã assim que acorda do peito que ficou guardado de madrugada, ordenhar assim que o bebê dormir, sonecas ou sono noturno. Preste atenção especial à intensidade da ordenha se usa bombinha elétrica para que não machuque seu peito.

A ordenha requer prática, não se preocupe se no começo consegue uns poucos mL, celebre cada gotinha obtida e armazene! Aos poucos, com o hábito e estímulo correto e constante,  a ordenha vai melhorar. Lembre que igual à pega da criança, a ordenha não deve doer, se doer pode ser sinal que a bombinha está mal colocada no seio. Relaxe antes de tentar ordenhar, coma um docinho, uma chá, ordenhe enquanto assiste um filme em casa, controle seu estresse fisiológico (comendo e se hidratando bem) e mental (tirando o foco da pressão da ordenha).

Como usar um extrator de leite: 12 melhores dicas

Se sente o peito muito flácido, antes de ordenhar faça uma compressa morna na mama de 2-3 minutos e uma massagem para estimular a circulação na região. Realize ordenhas de 10-15 minutos. O reflexo de ejeção pode demorar até 5 min para começar. Inicie a ordenha com potência baixa e vai aumentando gradualmente até chegar à maior potência que consegue tolerar sem dor. Durante a ordenha faça massagem na mama para estimular a glândula mamaria.

Não se preocupe tanto pela quantidade de leite materno que consegue armazenar antes de voltar trabalhar, construa um estoque para pelo menos umas duas semanas assim terá tempo de se adaptar e ir re-abastecendo-o com as ordenhas no seu serviço, e nos horários que estará em casa com o seu bebê.

O armazenamento de leite materno sem pasteurizar, para consumo em casa por bebês saudáveis pode ser de até de 2 meses. 60 -90 dias em temperatura inferior a  18°C é o tempo estimado para manter a atividade dos agentes bio-ativos do leite materno. Separe o compartimento mais frio do freezer para manter exclusivamente o leite materno.  veja Quanto tempo armazenar o leite materno?

Quando você voltar pra casa e o bebê for mamar, você pode ordenhar o outro peito, pois assim terá o estímulo do bebê. É importante também ter um estoque de leite materno. Assim, se algum dia você não conseguir ordenhar ou se acontecer algum imprevisto, você não precisará oferecer leites artificiais. Finais de semana e feriados são dias importantes para ordenha também, visto que você estará mais relaxada e descansada, facilitando a ordenha. Não deixe de ordenhar nenhum dia!

Armazene o leite em potes de vidro com tampa plástica, preferencialmente. Vidros de conserva, de nescafe ou potes de papinha industrializada podem funcionar bem. Se a tampa for metálica use filme plástico por baixo dela antes de fechar. Se tem saquinhos ou potes plásticos, verifique a qualidade, que sejam BPAfree, e a vedação, que não tenham vazamento. O plástico é um material poroso, os saquinhos são descartáveis, podem ser usados apenas uma vez. Os potinhos tem uma vida útil curta, uma vez que precisam ser esterilizados com calor, ao perceber mudanças na cor, na vedação ou riscos na estrutura do plástico, ele não pode ser mais usado para leite materno já que não estão mais protegendo o leite de agentes externos (pode mudar o gosto em contato com produtos da geladeira por exemplo). Potes de vidro se deixam esterilizar bem, e duram muito mais tempo, o custo beneficio é melhor. Armazene quantidades pequenas, 60-150 mL em cada potinho. Lembre que o leite descongelado e aquecido, se não consumido deve ser descartado.

Estas diretrizes são para bebês a termo saudáveis e podem variar para bebês prematuros ou doentes. Apenas para uso doméstico, e não para uso hospitalar. Tomado de https://www.cdc.gov/breastfeeding/recommendations/handling_breastmilk.htm

Programe as ordenhas nos horários mais prováveis de ordenha no seu serviço. Lanches , almoço, p.e. No seu serviço você pode ordenhar e armazenar em um isopor com gelo gel, para manter ele frio e depois congelar em casa, num refrigerador o Leite Materno vai durar 24 hs em temperatura entre 5-10° (sem congelar), em temperatura de 19-25° o Leite materno pode durar entre 4-6 hs. Tempo de sobra para chegar em casa e congelar. Tenha uma foto da criança pra ordenhar no trabalho, pode parecer bobo, mas muitas mães relatam que a descida do leite e a ordenha são mais fáceis quando tem algum objeto que pertence aa criança, com o cheiro dele, por perto (com uma fralda, roupinha, até uma foto serve). Finais de semana e feriados são dias importantes para ordenha também, visto que você estará mais relaxada e descansada, facilitando a ordenha. Não deixe de ordenhar nenhum dia!

Não precisa limitar o peito enquanto você estiver com a criança, pelo contrário, aproveite cada segundo nas últimas semanas em casa para curtir ainda mais os prazeres da livre demanda e aumentar seu estoque de Leite materno. A adaptação ao novo cuidador será mais fácil se a criança estiver emocionalmente estável e a adaptação à nova rotina será menos impactante no crescimento e desenvolvimento da criança se ele estiver nutricionalmente ótimo. Limitando a demanda só vai trazer instabilidade emocional e arriscar a boa nutrição da criança.

Precisando ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar com a amamentação, sono, planejar sua volta ao trabalho, desmame gentil, desfralde ou educação positiva saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui

*Texto original de Zioneth Garcia

Veja também

Preparando se para a volta ao trabalho

Quanto tempo armazenar o leite materno?

Da licença maternidade ao “home office”

Voltar ao trabalho após a maternidade: sim ou não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s