5 Dicas para controlar a demanda do seio acima de uma ano

Este texto é para você que gosta de amamentar mas que as vezes se sente cansada com a alta demanda de seu filho ou filha, lhe deixando incomodada com os pedidos constantes, puxadas de blusas, e longas sessões ao seio, talvez flertando com a ideia de desmamar, mas com certeza que ainda não está na hora. O controle da demanda do seio pode ser a alternativa para que possa recuperar o prazer de amamentar, e garantir uma amamentação continuada mais tranquila.

Até dois anos as crianças são tecnicamente consideradas lactantes, e a recomendação de consumo diário de leite é de 400 – 600 mL, incluindo amamentação e consumo de laticínios em geral. Garantindo 2-4 mamadas bem efetivas esse aporte nutricional estará sendo suprido. Mas não é só alimento que sua criança obtêm no seio. O estímulo oral, da sucção, continua tendo um papel essencial na regulação emocional, já que ajuda a compensar níveis elevados de cortisol no organismo.

Imagem canva.com – assinatura Zioneth Garcia

A sucção do seio é importante para suprir as necessidades não nutricionais, porém, com o tempo novas formas de relaxar e suprir essas necessidades emocionais aparecem, levando à evolução da livre demanda  e em consequência à evolução do relacionamento da criança e sua mãe. O uso do seio como forma de conforto e calma vai dando espaço a novas formas de reconhecimento do acolhimento materno , acompanhando o amadurece suas capacidades cognitivas. As demandas da criança devem ser sempre atendidas, porém, isto não significa que todas elas sejam supridas no seio.

5 Dicas para controlar a demanda do seio acima de uma ano

1- Avalie os pedidos de mamada um a um. Pedidos de mamada também são formas de comunicar necessidades que precisam ser satisfeitas: alimentação, atenção, brincadeiras, carinho. Foque em oferecer acolhimento e satisfação da necessidade que há por trás do pedido. Ter uma rotina consistente, previsível, onde satisfaça as necessidades oportunamente, lhe ajudará ponderas a real necessidade trazida por trás de cada pedido

2- Observe o tempo das mamadas, e as necessidades que podem estar sendo informadas através desse pedido. mamadas muito longas são uma forma de prender a atenção da mãe, a qual pode ser oferecida de outras formas. Ofereça mais brincadeiras e se envolva com a criança em outras situações além do seio. 

Foto por Anastasiya Gepp em Pexels.com

3- Estabeleça um mecanismo de controle em todas as mamadas, combinando primeiro uma forma adequada de pedir a mamada e a hora de finalizar. Quando a mamada começa a se tornar tortuosa (troca de lado insistentemente, se movimenta em excesso, etc) avise que o seio vai descansar, combine que pode mamar durante um certo período (contando até 10) e será o fim. É hora de começar a controlar aqueles hábitos que fazem que as mamadas sejam incomodas, beliscar, morder, sintonizar o mamilo, são situações comuns que podem incomodar. Explique com clareza e freie este impulsos antes que aconteça. Pratique esse controle da mamada em todas as mamadas. 

4- Combinem  local fixo para as mamadas, preferivelmente fora do quarto, esse local será seu cantinho especial, e mesmo quando não tiver mais as mamadas poderá ser sempre um cantinho para abraços e conversas orientadoras. 

5- Reforce os combinados verbais com linguagem não verbal, postura corporal e roupas mais fechadas, que dificultem o acesso ao seio (tanto de dia quanto a noite) permitiram manter um maior controle sobre a demanda. 

Lembre que os combinados feitos precisam de disciplina e paciência para serem mantidos. Repita os combinados sempre que a situação requer uma orientação precisa. Evite voltar atrás ou quebrar as regras já assimiladas.  

Veja mais sobre comunicação com crianças

Precisa ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar com a amamentação, o sono, desmame , desfralde, ajustes na amamentação e educação positiva.  Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui

Texto original de Zioneth Garcia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s