7 passos para levar a criança da cama compartilhada para o próprio quarto

A cama compartilhada é uma pratica segura e recomendada pelos especialistas, se seguidas normas básicas de segurança (veja mais sobre a cama compartilhada ). Porém, toda família tem sua hora de passar a criança  para o próprio quarto. Se você faz cama ou quarto compartilhado, sente que já está na hora de passar a criança para seu quarto, ou quer saber mais sobre como pode conduzir esse processo, então esse texto vai lhe ajudar.

Passando do quarto compartilhada para o próprio quarto

1- Preparar o quarto da criança como um espaço apropriado para dormir e brincar. Com sua caminha e seus brinquedos em locais apropriados. Sim, pode brincar. As brincadeiras lhe ajudam se familiarizar e se apropriar do espaço. Para maiores de um ano, que já andam, sugiro adequar uma cama de solteiro com grade de proteção lateral e travesseiros que possam criar a sensação de aconchego ao dormir sozinha (modelo padrão, no qual um adulto caiba confortavelmente seria ideal) . Ofereçam a oportunidade para a criança personalizar o seu espaço, escolhendo lençol, fronha, adesivos, acessórios da sua preferência. O quarto da criança precisa ser um espaço relaxante e ao mesmo tempo cativante.

2- Adequar a cama compartilhada com um anexo à cama de casal, seja um berço ou cama de solteiro encostada na parede ou com grade de proteção lateral. Uma cama baixa ao lado da mãe é ideal. Crie regras para o quarto dos pais, venda a ideia que ter o próprio quarto é algo divertido, e que a criança poderá ter suas regras no seu espaço. 

Foto por Victoria Borodinova em Pexels.com

3- Com conversas e brincadeiras em família reforçar a ideia de limites pessoais, espaço de cada um dentro da cama compartilhada, e vocação dos espaços de casa. Qual é o espaço do pai? onde dormem os brinquedos? onde fazemos a comida?  Usem a noção de propriedade como ferramenta, aqui é meu, esse é seu, aqui é nosso. Não esqueça de usar a linguagem certa: quarto da criança, quarto de papai e mamãe.  Reforce, levando todas as atividades de cuidado para o quarto da criança: trocas de roupas, vestir pijama, etc.  Tenha uma boa rotina para a hora de dormir, que garanta o relaxamento. Se for preciso avalie a rotina de atividades do dia. Veja sobre comunicação com crianças

4- Favoreçam o senso de responsabilidade pelo seu espaço, recolher brinquedos, cuidar de suas coisas. Guardar as próprias roupas no lugar adequado. Ajude a criança se apropriar do seu espaço fazendo essas atividades junto dele. Na medida que ele for crescendo lhe permita fazer sozinho.  Incluir a brincadeira de “colocar os brinquedos para dormir” pode funcionar muito bem, e ajudar ambientar a criança para a hora do sono.

5-   Comece levando as sonecas diurnas, tornando o momento de dormir algo prazeroso, levando brincadeiras que favoreçam o relaxamento da criança.  Depois leve esse o momento de relaxamento para o começo da noite, contando historinhas ou brincadeiras relaxantes antes de ir para o quarto dos pais, onde irá apenas para adormecer. A hora de dormir deve ser um momento gostoso para pais e crianças, fortalecendo relações familiares.

Foto por cottonbro em Pexels.com

6– Sintam e transmitam segurança para levar o sono noturno da criança ao seu próprio quarto. Podem fazer uma transição trazendo alguma novidade, um presente para a criança usar no seu novo quarto. Pode ser uma naninha, novo lençol, abajur, estrelinhas, uma caixa com brincadeira e livros que será aberta só na hora do sono. Use a fantasia e as brincadeiras para tornar o quarto da criança um local prazeroso e seguro. Façam da primeira noite no seu quarto uma experiência feliz, uma festa de pijama da família, por exemplo.

7- Comece o sono da noite diretamente no quarto da criança e garanta que o despertar da manhã seja no mesmo quarto, mesmo que de madrugada tenham acontecido movimentos entre as camas.  As vezes quem precisa ganhar segurança são os pais, se lhe faz sentir melhor acompanhe a criança por 2- 3 noites, combinando previamente o limite. Após as primeiras noite, volte para sua cama e se a criança vem para seu quarto lhe acompanhe de volta. Mesmo que cochile, garanta que de manhã, na hora de levantar, esteja cada um na sua cama. 

Precisa ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar com o sono, desmame , desfralde, ajustes na amamentação e educação positiva.  Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui

Texto original de Zioneth Garcia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s