Sete dicas para facilitar a amamentação de bebês nascidos pré-termo.

O nascimento do bebê é sempre uma felicidade. Porém, em alguns casos a felicidade não é completa e é preciso mais um tempinho de internação até conseguir levar ele para casa. Cada novo dia, cada progresso é uma Vitória. Essas vitórias se contam por dias, depois semanas e finalmente em gramas, até que en fim o dia mais anelar chega e o bebê vai para casa. 

Enquanto isto acontece muitas mulheres focam na amamentação. Mas é importante ter em mente que a prioridade é que a criança tenha alta da UTI neonatal,  e consiga pelo menos receber o seu colo. Depois a prioridade será ter a alta hospitalar e ir para casa ganhando peso de forma saudável.

Antes que mais nada foque na saúde de seu bebê e na sua saúde. É essencial que tome todos os cuidados com sua saúde, sejam de pós operatório e pós parto.  Você precisa estar bem de saúde para poder acompanhar seu pequeno ou pequena. Sei que é difícil, mas precisa cuidar de você mesma, comer bem, se hidratar bem, e não esquecer de fazer o acompanhamento com seu gineco-obstetra.

Edição de imagens (1)

Sem importar a razão do nascimento pré-termo, seja que seu bebê é muito pequeno e ainda não pode ser amamentado, mesmo que não consiga receber seu leite materno ainda, ou se o serviço onde ele está dificulta a amamentação. Você precisa saber que amamentar será possível SIM, mas calma que tudo tem seu tempo. Veja a seguir sete dicas preciosas que irão lhe ajudar estabelecer a amamentação.

1- A partir do nascimento estimule seu peito com ordenha em intervalos regulares, não desanime pela quantidade, no começo são gotinhas, e com o passar dos dias vão virando mL. Um Recém nascido pré-termo não precisa muito leite materno, com o quê 5 mL podem ser considerados bastante! Ordenhe ao longo do dia várias vezes, mesmo que não possa dar ao seu filho esse estímulo será essencial. O Leite materno pode demorar para descer, é normal, o estímulo de ordenha não é tão forte como o estímulo de um bebê ao seio. Use o poder da sua mente e visualize a alta e a amamentação futuro. A ordenha pode ser manual ou com auxílio de bombinha manual ou elétrica. CUIDADO com o uso inadequado ou excessivo de bombinha, a lesão causada pelo mau uso da bombinha é tão dolorida quanto a pega errada e pode atrapalhar o início da lactância.
Ordenha

2 -Mantenha o contato com seu bebê. Sua voz, seu toque e seu colo (assim que possível) serão estímulos inigualáveis para lactancia, mesmo que ele ainda não consiga ir ao seio, seus centros hormonais serão estimulados ao manter o contato constante com seu bebê. Veja sobre o método de mamãe canguru recomendado pelo Ministério de saúde (veja o manual técnico aqui), pergunte no serviço que se encontra seu filho para obter auxílio na implementação desse método.

3- Assim que possível ofereça leite materno ao bebê, dependendo da prematuridade e o estado de saúde geral, nem sempre é possível oferecer o próprio leite, nem que este seja direto do seu seio. Se o seu leite materno não é suficiente, tranquila, peça ajuda na unidade de banco de leite do serviço de neonatologia do hospital ou na unidade de banco de leite mais próxima de você (veja aqui a rede de Bancos de Leite humano) e use o leite materno doado, ele é especialmente para pequenos como seu bebê.  

4 – Evite o uso de chupetas na UTI, elas são desaconselhadas em todos os manuais de aleitamento materno. Também não permita o uso de substitutos para a sucção (luvas com enchimento são altamente desaconselhadas). No ventre materno o bebê se aconchega com o cordão e suga as próprias mãos.  Uma alternativa ao aconchego quando estão na incubadora é o uso de polvos de crochê que ajudam simular a proximidade com o cordão umbilical.polvo-croche-1

5- Assim que liberado o contato físico, Visite ou peça a visita de fonoaudiologia e peça orientação de exercícios adequados para estimular a sucção de seu bebezinho, estes lhe serão úteis mesmo se for preciso corrigir a confusão de bicos causada por chupetas ou chuquinhas.

6- Assim que possível amamentar faça-o. Mesmo que seja apenas para oferecer aconchego, enquanto está na UTI não se preocupe tanto pela quantidade de seu leite, a situação é extenuante e os níveis de estresse manejados pelo seu corpo e sua mente são altíssimos, é normal ter pouco leite nos primeiros dias. Verá que com os pequenos progressos de seu filho, sua mente e seu corpo vão relaxando e a produção de leite materno irá aumentando.  Após melhora clínica e estabelecimento da coordenação sucção‑deglutição‑respiração, terá início a transição para a alimentação no peito. Acompanhamento é essencial, dependendo da produção de leite pode ser necessário uso de copinho, sonda e/ou compressão da mama para garantir o consumo calórico nos primeiros dias.

7- Uma vez recebida a alta amamente seu filho como se ele fosse um recém nascido, com intervalos de no máximo 3 hs, acompanhando a frequência de xixis, em livre demanda e muito colo. Se for preciso use a técnica de compressão da mama. Ela consiste em fazer uma ordenha no seio enquanto o neném mama para lhe ajudar chegar em todas as fases do leite materno, garantindo a eficiência de todas as mamadas (veja mais sobre amamentação de recém nascido aqui )

 

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Atenção humanizada ao recém‑nascido de baixo peso: Método Canguru/ Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 2. ed. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2011.
204 p. : il. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos)

 

Precisando ajuda?

A consultoria de amamentação do Mães com Ciência está disponível em Joinville- SC solicite um horário aqui

A consultoria Mães com Ciência também pode ajudar no sono, volta ao trabalho, desmame, desfralde e disciplina positiva. Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui.

Texto de Zioneth Garcia.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s