Cinco razões para dar colo contínuo ao recém nascido

O termo “Bebês de colo” existe justamente porque o bebê depende da mãe para ir e vir, seu lugar é no colo, materno de preferência. E nos mães nos vemos lutando contra a necessidade biológica de segurar nossos bebês por regras e padrões sócio-culturais que pouco se importam com as necessidades da mãe ou do bebê. Então para quem costuma falar para a mãe que colo cansa, estraga ou faz mal, aqui vão cinco razões pelas quais o bebê recém nascido merece ter todo o colo que quiser.

Razões para dar colo ao seu recém nascido

1- Bebês foram feitos para ficar com a mãe, principalmente os bebês recém nascidos e até uns 3-4 meses. Para o bebê novinho colo é sinônimo de mãe, garantia de sobrevivência. O contato físico constante é seu melhor estímulo para a vida. Nos primeiros minutos após o nascimento o colo materno ajuda a regular a temperatura do recém nascido e estabilizar a frequência respiratória. Com o tempo esse contato contínuo com o bebê estimula os centros hormonais da mãe, garantindo a rápida descida do leite materno e o aumento da sua produção na medida que o bebê cresce e a demanda nutricional aumenta.

2- Ficar com o bebê no colo continuamente facilita a observação e o reconhecimento dos seus diferentes gestos, tipos de choros e outros sinais. Sentimos a mãozinha gelada e sabemos que esse determinado gemido é frio, sentimos o pum na fralda e o associamos a um determinado gesto, sentimos ele desajeitado e sabemos que seu olhar é de estar desconfortável. O simples fato de segurar o bebê enquanto faz um cocô e observamos suas “caretas” nos permite descifrar diferentes expressões, desde o alivio (da evacuação bem sucedida) até o desconforto (da fralda suja).

3- Um bebê bem estimulado com colo à vontade, tem melhores chances de mamar na frequência certa e correrá menos risco de entrar em hipoglicemia já que sua mãe será capaz de observar os sinais da hora de mamar a tempo. Bebês considerados “dorminhocos”, aqueles que passam longos períodos dormindo sozinhos no berço ou carrinho, podem passar da hora de mamar constantemente, mamando em menor frequência e correndo risco de desidratação ou hipoglicemia. Esses bebês podem estar precisando apenas de mais colo. No colo o bebê é estimulado constantemente pela respiração, a temperatura corporal, os batimentos cardíacos e os movimentos da sua mãe, assim as chances de dormir demais são menores.

No sling 2 m

4- Quando o bebê recebe colo constantemente, tende ficar mais calmo, o que beneficia o estabelecimento da amamentação. Quando conseguimos acertar dar de mamar aos primeiros sinais de fome, podemos perceber o bebê mais paciente na hora de posicionar e corrigir a pega do seio, algo que pode precisar varias tentativas nas primeiras semanas. O colo facilita que o seio seja ofertado realmente em livre demanda, a melhor forma de conseguir que uma oferta de leite materno seja adequada à necessidade do bebê. Um bebê que fica no colo e mama em livre demanda o que menos irá sentir é fome.

5- É muito comum a queixa do bebê que realiza mamadas intermináveis ou acorda assim que deixado na cama/berço/moisés, isso acontece principalmente quando o bebe é colocado para dormir logo que para de mamar, os bebês se adaptam rapidamente e criam um mecanismo de defesa, aprendem que só fica na proteção do colo da mãe quando está mamando, então faz mamadas intermináveis e se obriga ficar de vigília, não entra em sono profundo, justamente para garantir a segurança, proteção da mãe por perto. A solução é simples, fique com o bebê no colo após mamar, pelo menos até que esteja numa fase profunda do sono e atenda-o rapidamente quando acordar, nunca espere o choro para oferecer o seio, mesmo que esteja sujo, ofereça o peito antes de trocar. Também não precisa ficar com o seio dentro da boca do bebê, se você sente que ele parou de mamar é só tirar o peito da boca e deixar a bochecha encostada no seio por um tempo. Se ele não quer mais mamar e o que quer é o contato físico , vai aceitar o colo sem seio na boca numa boa.

 

Precisando ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar no sono, amamentação, preparação para voltar ao trabalho, organização da rotina familiar e educação positiva. Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui.

*Texto original de Zioneth Garcia.

Veja támbem

10 dicas para tratar as cólicas em bebês

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s