Entendendo os picos de crescimento e saltos de desenvolvimento

O bebê humano, se comparado a outros filhotes de mamíferos, é um dos que nascem mais subdesenvolvido. Porém, o seu crescimento e desenvolvimento neuromotor é acelerado durante os primeiros anos de vida.  Se espera que o bebê dobre o seu peso de nascimento entre o quinto e sextos mês de vida, e que no final de seu primeiro ano já consiga pelo menos se segurar em postura ereta. 

A evolução de habilidades motoras acontece no sentido céfalo – caudal, formando conexões nervosas ao longo da espinha dorsal. A criança recém nascida não consegue nem mesmo enxergar formas ou cores, e seus movimentos de braços e pernas são reflexos involuntários (o reflexo moro, p.e). Assim, a sua evolução neurológica irá levar à aquisição de uma visão mais apurada, seguida da audição (procura de sons), domínio dos movimentos do pescoço, braços, movimento de prender com as mãos, centralizar e levar à boca, virar (movimento do dorso) , sentar, ficar em quatro apoios, ficar em pé com apoio, se firmar em pé sem apoio, empurrar objetos, andar ….. ufa! muito trabalho para seu sistema neurológico que precisa construir todas as conexões nervosas que irão permitir o domínio de cada um dos músculos e processos mentais envolvidos nestes movimentos. 

O quê são e como reconhecer  picos de crescimento e saltos de desenvolvimento?

Os picos de crescimento são fases nas quais, como seu nome o indica, as crianças  crescem. Elas ganham peso e tamanho em uma velocidade maior. Em consequência podem apresentar  um apetite maior do acostumado, mamando mais tempo, com maior força  ou com maior frequência. Algumas vezes essas fases também podem vir acompanhados de ciclos de sono mais compridos, ou necessidades de uma maior frequência de sonecas ao longo do dia. Você percebe que alguns bodys não fecham mais, que a fralda precisa aumentar de tamanho, ou mesmo que aparecem novas dobrinhas a cada dia. 

Curva de crescimento peso por idade, do nascimento aos 2 anos de idade.
Fonte: WHO Child Growth Standards

Os saltos de desenvolvimento são fases de rápida evolução neurológica, perceptíveis pela aquisição de habilidades psicomotoras. Essa aquisição de habilidades é gradativa. A criança precisa repetir muitas e muitas vezes o mesmo movimento, tentando e errando múltiplas vezes,até conseguir fazer e repetir de forma correta, para assim, o dominar completamente. Essas tentativas podem ser frustrantes para o bebê, que pode ficar mais estressado do normal, mostrando se impaciente ou até mesmo procurando mais a sucção não nutricional, que lhe ajuda compensar os níveis de estresse.   

Quando acontecem? 

Não existe uma idade exata, para acontecerem, você encontrará diversas tabelas, todas com idades mais ou menos similares. Os picos de crescimento mais evidentes acontecem no primeiro ano, o primeiro com 7-10 dias, quando você percebe que já não dá mais para usar as roupinhas ou fraldas de recém nascido. O crescimento do bebê é descrito por uma curva. Os primeiros meses o bebê ganha vários centímetros de comprimento e quase 1kg de peso, levando a picos de crescimento perceptíveis quase a cada 3 semanas. Após 3 meses o ganho de peso começa ser menor, a curva começa diminuir a inclinação, os picos começam se tornar mais espaçados, a cada mês ou dois meses. Talvez passem até mesmo despercebidos. 

O desenvolvimento neuromotor depende dos estímulos ambientais que o bebê recebe, conversas, colo, movimento, mudanças de ambiente. Nosso cérebro é social, assim o seu desenvolvimento requer de esse estímulo socioambiental constante. Já que o ambiente no qual cada bebê se desenvolve é único, o tempo de desenvolvimento de cada bebê também é único. Mesmo entre irmãos, não há como comparar, o ambiente dentro da mesma família, na mesma casa, muda de um filho para outro, o primeiro filho vive no colo com ambiente esterilizado, o segundo vai ao chão assim que consegue meio se segurar.  A casa para o primeiro filho é mais silenciosa que para o segundo, que tem o seu irmão sempre por perto. Cada criança tem seu tempo porque cada criança se desenvolve em um contexto ambiental, familiar e social único. 

Marcos de desenvolvimento motor
Fonte: WHO Multicentre Growth Reference Study Group. WHO Motor Development Study: Windows of achievement for six gross motor development milestones. Acta Paediatrica Supplement 2006;450:86-95.

Porém, apesar de não existir uma idade determinada com exatidão, sim existem janelas de desenvolvimento, idades nas quais se espera que o bebê adquira determinadas habilidades, que quando não alcançadas é preciso avaliar a necessidade de intervenção. Por isso é tão importante ter um bom acompanhamento de crescimento e desenvolvimento, não apenas pesar, avaliar comprimento do corpo e perímetro cefálico, mas avaliando a aquisição desses marcos de desenvolvimento neuropsicomotor junto a um profissional. Se você sente que seu bebê está demorando para alcançar uma habilidade, que pelo seu processo ele já deveria estar conseguindo, não hesite em procurar o pediatra para avaliar detalhadamente, entre mais cedo seja feito o diagnóstico e a intervenção, melhores as chances de corrigir qualquer problema no desenvolvimento. 

O sono e a rotina são afetados? 

Especialmente nas fases de aquisição de habilidades, onde o bebê pode experimentar níveis mais elevados de estresse e ansiedade, o sono pode ser um pouco mais difícil, precisando de mais tempo para relaxar, seja embalando, cantando ou sugando. Ajude seu bebê propiciando oportunidades para treinar bastantes as habilidades que está tentando aprender, entre mais pratica mais rápido dominará as novas habilidades. Tenha presente que o desenvolvimento é apenas mediado pelo ambiente e impulsionado pela interação social (seres humanos somos sociais), assim que a procura pelo contato humano é uma constante durante todo o desenvolvimento infantil. Envolva a criança em suas atividades do dia, estimulando com objetos dos ambientes onde deve realizar suas tarefas: cozinha, lavanderia, escritório, quarto. Mudar de ambiente, explorar e usar os seus sentidos ajuda criança se manter distraída, praticar as habilidades motoras que estão surgindo, sem ficar entediada.

Nas fases de crescimento, onde podem ter mais apetite do normal, permita que mame mais tempo, troque o seio varias vezes na mesma mamada para que recebam um fluxo de leite maior (a mama que descansa recebe estimulo da ocitocina e quando o bebê volta nela recebe um fluxo maior), avalie a dieta se está em alimentação complementar, talvez um upgrade, aumentando quantidade ou teor energético dos alimentos seja necessário. Em alguns casos pedem mais tempo de sono do normal, é importante estar sempre atentos para oferecer o que a criança solicita, antecipando o inicio da soneca ou deixando dormir mais.

Foto por Tatiana Syrikova em Pexels.com

Mantenha a rotina o mais estável possível, seguindo as mesmas sequências de atividades ao longo do dia e os pequenos rituais que marcam os momentos chave do dia (acordar, mamar, brincar, dormir).  Se o bebê costuma acordar, mamar, trocar a fralda, brincar para depois iniciar o ritual do sono, tente manter a mesma sequência, mesmo que precise antecipar o soninho (porque ele parece mais irritado do normal) e ficar mais tempo do normal lhe ajudando relaxar. Lembre sempre observar a fase na que seu bebê se encontra: quais as fontes de estresse dele nesse dia? o que está lhe incomodando nesse dia em particular? porque tem ficado irritado? na hora da soneca ou do sono noturno, ajude aliviar essas fontes de estresse .

Picos de crescimento e fases de desenvolvimento não são sentencia de noites mal dormidas, são apenas fases nas que é preciso reavaliar e ajustar a rotina, os rituais de relaxamento, para atender as novas necessidades da criança. Seu bebê não esqueceu de dormir, ele apenas tem mais dificuldades para relaxar, e precisa ainda mais da sua ajuda, nessas fases. Manter o sono em dia exige um equilíbrio dinâmico, no qual os ajustes às necessidades de alimentação, atividade, relaxamento e descanso, que estão em constante mudança fazem toda diferença.

Precisando ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar nas dificuldades com a amamentação, o sono, o desmame, o desfralde e a a educação positiva. Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui.

*Texto original de Zioneth Garcia – atualizado 28/02/2021

Referências

WHO Multicentre Growth Reference Study Group. WHO Motor Development Study: Windows of achievement for six gross motor development milestones. Acta Paediatrica Supplement 2006;450:86-95.

WHO Child Growth Standards

Early Brain Development and Health.  Division of Human Development and Disability, National Center on Birth Defects and Developmental Disabilities,, Centers for Disease Control and Prevention

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s