Doar leite materno é doar amor líquido

Nas últimas semanas, por conta do distanciamento social imposto pelo COVID19, os estoques dos Bancos de leite Humano por todo o Brasil vem se reduzindo dramaticamente, colocando em risco o futuro e a saúde de muitos pequenos. Em alguns locais os estoques de leite materno nos Bancos caíram abaixo do 20% do habitual.

19 de maio é o dia nacional da doação de leite humano, uma prática que ajuda manter a boa produção de leite materno, e pode salvar muitas vidas. O Brasil conta com uma das maiores redes de bancos de leite humano doo mundo. O que permite que muitos bebês internados nas UTI neonatais, possam receber os benefícios do leite materno mesmo que suas mães não possam oferecer o próprio leite. Graças aos esforços de doadoras de leite materno, muitos bebês são poupados da formula infantil todos os dias.

A NOTA TÉCNICA Nº 8/2020 do Ministério da saúde, mantem a recomendação de doação de leite humano por lactantes saudáveis e sem contato domiciliar com pessoa com síndrome gripal, cabendo aos Bancos de Leite Humano (BLH) e Postos de Coleta de Leite Humano (PCLH) orientar as candidatas à doação, bem como adotar medidas de avaliação sobre risco de síndrome gripal,conforme protocolos do Ministério da Saúde. Porém, contraindica a doação por mulheres com sintomas compatíveis com síndrome gripal, infecção respiratória ou confirmação de caso da COVID-19. A contraindicação é estendida a mulheres contatos domiciliares de casos com síndrome gripal ou caso confirmado de COVID-19.

Se você é uma mulher amamentando, não tem suspeita alguma de coronavírus ou de pessoas no seu convívio portadores do vírus, é uma potencial doadora de leite materno. Lembre que entre maior o estimulo das mamas maior será a produção de leite materno. Ao ordenhar para obter leite para doação, você estimula o a mama e dessa forma irá aumentar gradativamente a produção de leite materno destinado ao seu bebê também. Mesmo que você não sinta que tem leite sobrando, pode doar leite sem comprometer a produção para seu bebê (veja mais sobre a produção de leite materno ).

O leite materno doado e recepcionado nos bancos de leite e passa por um processo de pasteurização, onde todos os componentes microbianos e bioativos são desnaturados, deixando apenas os compostos nutricionais do leite: açucares, proteínas inativas, e gorduras. Tornando seguro o leite materno para os bebês prematuros internados de baixo peso (menos de 2,5 kg) e com patologias, principalmente do trato gastrointestinal, e que não podem ser alimentados diretamente pelas próprias mães.

Em algumas regiões os Bancos de leite humano contam com serviço de coleta domiciliar, após cadastro e avaliação, as doadoras entregam semanalmente o leite armazenado para um veículo que passa em sua casa. Alguns contam com a parceria do Corpo de Bombeiros Militar para realizar a tarefa, outros com carros das secretarias de saúde, próprios da instituição mantenedora e até mesmo motos para o transporte da sua doação. Não são todas as regiões, por isso é importante ligar na unidade de banco de leite mais próxima para se informar sobre as formas de fazer a coleta e entrega.

6 passos para a doação de leite materno

1- Encontre a unidade de Banco de Leite Humano ou Posto de Coleta de Leite Humano mais próximo de você entre em contato para se informar aqui sobre os detalhes. Alguns locais pedem um cadastro prévio, onde a saúde materna é avaliada, antes de receber a coleta. Verifique também se na sua região há coleta domiciliar.

2- Prepare o frasco. Potes de vidro com tampa plástica, esterilizados e com etiquetas para marcação da data de coleta.

3- Prepare-se para retirar o leite materno. Após as mamadas de seu bebê ou ao preparar a mama para a mamada, lave bem as mãos até o cotovelo, escolha um lugar limpo e longe de animais de estimação, e se possível use mascara. Tenha todos os utensílios que irá utilizar à mão, e prepare a mama para a ordenha, massageando a aréola.

4- Extrair o leite materno. A ordenha manual requer prática, pode ser que nas primeiras tentativas não obtenha muito leite, mas com os dias e o conhecimento da mama você vai melhorar. Se usa bombinha, tenha em mente que os primeiros minutos (2-4 minutos) são de estimulação e podem não ver o leite saindo, comece na potencia mais baixa e aumente gradativamente até uma potencia media ou media alta. Tenha cuidado ao posicionar o posicionar a bombinha na aréola, a postura inadequada pode machucar o seu seio, deixar o bico ferido e dificultar a amamentação de seu bebê. Não deixe a bombinha pendurada, firme ela contra a mama, pode usar movimentos de compressão e massagem para estimular um maior fluxo na ordenha.

5-  Armazene o leite coletado. Não precisa ordenhar 150 mL de uma vez só, pode colocar no freezer o que conseguir. A cada ordenha use um pote limpo para coletar o leite e depois juntar ao leite que já está congelado. A data de validade será a da primeira coleta. Lembre que esse leite tem uma validade apenas de 15 dias, uma vez que é destinado a bebês com sistema imunológico debilitado.

6. Leve ao banco de leite humano mais próximo ou solicite a coleta domiciliar.

Sua doação pode salva a vida de muitos pequenos, e ainda ajuda estimular e manter uma melhor produção de leite materno, sem colocar em risco a sua saúde, nem a saúde de seu bebê. Doar leite materno é doar um pouquinho do amor de mãe em forma líquida.

Se você já não amamenta mais também pode ajudar doando potes de vidro com tampa plásticas de até 200 mL para as unidades de Banco de leite, para que possam disponibilizar para a doadoras.

Precisando ajuda?

A consultoria Mães com Ciência pode ajudar no sono, volta ao trabalho, desmame, desfralde e disciplina positiva. Saiba como funciona aqui ou  Agende uma consulta virtual aqui.

Texto adaptado por Zioneth Garcia.

Refências:

Fiocruz, Rede de Bancos de Leite. Bancos de leite materno registram queda de doações

NOTA TÉCNICA Nº 8/2020 – COCAM/CGCIVI/DAPES/SAPS/MS . Condutas para a doação de leite materno aos Bancos de Leite Humano e postos de coleta de leite humano no contexto da infecção COVID-19 causada pelo novo Coronavírus ((SARS-CoV-2).

Agencia Brasilia. Medo do coronavírus provoca queda na doação de leite materno

Fiocruz, Rede de Bancos de Leite. Doação de leite Humano

Fiocruz, Rede de Bancos de Leite. Como coletar leite humano para doação

Federação Brasileira de ginecologia e obstetrícia [Febrasgo]. Nótula complementar sobre COVID-19 e Aleitamento Materno. Quarta, 11 Março 2020

Sociedade Brasileira de pediatria [SBP]. Nota de alerta: Aleitamento materno em tempo de COVID19! 13/03/2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s